Alimentação e receitas

Alimentos em frascos reutilizados: como armazenar

Para começarmos o ano com grandes reutilizações, decidi vir eternizar todas as dicas que fui aprendendo, sobre como usar frascos de vidro reutilizados para armazenar alimentos.

armazenar alimentos em frascos de vidro - vários tipos de frasco
Vários tipos de frascos reutilizados (sorry, não tinha vazios de todas as variedades que queria mostrar, então temos um frasco pequeno de boca larga com base para mostarda lol)

Acho que todas as pessoas que começam a tentar reduzir o seu impacto, começam a reutilizar todas as embalagens, principalmente, os frascos de vidro. Não fosse, a internet, estar minada de dispensas zero waste super lindas, cheias de frascos de vidro. Depois de uma volta no pinterest sobre zero waste, não há quem não fique fascinado com a beleza das cozinhas “despidas”. Sem embalagens. Tudo clean. Ainda por cima, podemos e devemos REUTILIZAR os frascos que já serviram de embalagem de alimentos (grão, feijão, doce, etc). Mas, verdade seja dita, essa transição, por vezes, tem alguns desafios ahah. Foram esses desafios, que inspiraram este artigo onde vou dar várias dicas que me deram (ou que aprendi sozinha) para te ajudar a armazenar alimentos em frascos reutilizados.

varios tipos de frascos de vidro reutilizados para armazenar alimentos
a parte de cima dos frascos, vários tamanhos de “boca”.

Porquê frascos reutilizados?

Bem, em primeiro lugar, porque devemos sempre reutilizar tudo o que conseguirmos, para poupar recursos ao planeta.

Em segundo, porque os frascos reutilizados (que foram embalagens de outros alimentos) são recicláveis, em Portugal. Infelizmente, nem todo o tipo de vidro é reciclado, em Portugal. Apenas os tipos que são utilizados para embalagens (garrafas de vinho, cerveja, frascos de grão, etc). Todos os outros tipos, devem, inclusive, ser colocados no contentor de lixo comum.

Em terceiro, porque vais poupar imenso dinheiro. Mesmo que não compres alimentos que venham em frasco de vidro, podes pedir a algum amigo/familiar que, certamente, vais arranjar MUITOS. Diria que 90% dos meus frascos foram cedidos por amigos e família.

Como tirar os rótulos dos frascos para reutilizar?

Na maioria, basta deixá-los de molho em água (mesmo fria) que o rótulo descola-se. Eu, normalmente, deixo-os no lava-loiça, dentro de uma taça e a cola acaba por sair, com a água que vai caindo (de lavar as mãos, passar peças por água, etc). Se isto não for suficiente, podes colocar água quente dentro do frasco (até à altura do rótulo). Basta aguardar um pouco e o rotulo descola-se sozinho.

Para os mais difíceis, podes fazer uma pasta de bicarbonato e azeite para limpar. Confesso que nunca usei esta técnica. Quando os rótulos insistem em ficar, eu aceito-os ahhah. Depois vão saindo com as lavagens… Mas, se queres (fica mais lindo!) ou precisas mesmo de tirá-los, aconselho que consultes este artigo do blog da Maria Granel.

Como lavar os frascos para reutilizar?

Podes esterilizá-los no forno e ferver as tampas numa panela. Mas, para ser sincera, nunca faço isso. Apenas os lavo na máquina.

Para alguns frascos/sujidade pode ser útil ter um escovilhão. Eu tenho um e uso pouco. Mas, a minha irmã também tem e usa bastante…

Como evitar que as tampas fiquem ferrugentas?

Esta sempre foi das minhas maiores lutas! Depois de reutilizar os frascos umas vezes, as tampas começavam a ter ferrugem! Acabava por me desfazer dos frascos (reciclagem) porque já não serviam para armazenar. Claro que podia comprar tampas, mas a verdade é que sempre tive tantas pessoas a fornecerem-me frascos que iam deitar fora que não fazia sentido comprar tampas novas.

Até que, há uns anos, num workshop da Maria Granel no Alegro, me deram esta dica incrível super simples: secar as tampas logo que as lavamos. E assim, as tampas passaram a ter vida longa na minha casa ahah.

Passei a lavar as tampas à mão, pois, é mais fácil, para mim, secá-las logo. Junto algumas tampas, ensaboou todas e depois passo todas por água, para reduzir o consumo de água.

Que alimentos armazenar em frascos reutilizados?

Todos! Não me consigo recordar de nada que não dê para armazenar em frascos reutilizados. Se, entretanto, me lembrar venho cá atualizar ahah. Contudo, acho que a principal questão é quais os melhores frascos para armazenar diferentes alimentos. Por isso, mais à frente, dedico um título só a isso – o que armazeno, em que frascos.

Posso congelar alimentos em frascos reutilizados?

Sim! Aliás, lembrei-me agora que, às vezes, os rótulos difíceis, saem com facilidade depois de irem ao congelador (e descongelarem) lol.

Porém, são precisos alguns cuidados quando congelamos em frascos. Aconselho que deixes sempre 1/2 por encher nos frascos com alimentos congelados. Pois, alguns alimentos podem aumentar ligeiramente de volume quando congelados. Se não tiverem espaço para expandir, o frasco parte-se. Quando tiveres dúvidas se deixaste espaço suficiente, podes deixar o frasco aberto (só com a tampa por cima) e apenas fechar quando estiver congelado.

Depois, é só deixar a descongelar. Se estiveres com pressa, podes passá-los por água, à temperatura ambiente, para acelerar o processo. Não passes por água quente quando saem do congelador, pois podem estalar.

Quais os melhores frascos para armazenar alimentos?

Para começar, devo realçar que DEPENDE de pessoas para pessoa. Algumas preferem frascos pequenos, outros grandes, outros direitos, outros de boca larga…. Portanto, o que vou partilhar é a minha experiência. Pode não ser exatamente igual para vocês. Ah, as dicas que vou dar são em condições ideais. Muitas vezes, só tenho 2 ou 3 frascos disponíveis e tenho de usar o que calhar lol.

Por norma, prefiro sempre frascos direitos, que não sejam arredondados ou quadrados, pois são melhores para lavar na máquina. Dentro desse género, prefiro os de boca larga, para quase tudo, são mais versáteis. Geralmente, os frascos de óleo de côco, algumas compotas/manteigas vegetais, são deste género.

No entanto, em algumas situações dão-me mais jeito, frasco mais altos e finos (boca menor).

Armazenar leguminosas secas, granola, chá, frutos secos, arroz (etc)

Frascos mais altos e com menor abertura (como o da foto seguinte). Rentabilizam melhor o espaço (na minha cozinha), são mais fáceis para dosear (exemplo: pôr granola numa taça, diretamente do frasco). Ou até frascos-garrafa de polpa de tomate, etc. Utilizo mais para produtos secos, que não deixam os frascos muito sujos, pois são mais difíceis de lavar.

frasco alto com boca estreita
Frasco alto de boca estreita, com nozes

Armazenar especiarias

Prefiro frascos com boca estreita e de tamanho menor. Para as especiarias que consumo mais, gosto de usar garrafas daquelas da compal. Têm um tamanho porreiro para ir comprar a granel (trago logo uma dose boa) e são mais fáceis de dosear do que se utilizar os de boca larga. Quando uso de boca larga, acabo por ter de dosear as especiarias com uma colher (é ok, mas sujo mais loiça).

Armazenar comida no frigorifico

Para armazenar comida no frigorifico, opto sempre por frascos de boca larga. Assemelham-se mais às caixas de vidro “normais”, então acho mais prático (menos adaptação). Uso-os para que alimentos? Todos. Desde restos de massa, a cebola aberta, etc etc.

Armazenar bebidas

Quando guardo bebidas, gosto de usar ou garrafas reutilizadas (polpa de tomate, etc) ou frascos altos e com boca mais estreita. Às vezes, também armazeno em doses individuais. Nesse caso, recorro a frascos tipo compal ou frascos tipo copo (baixos, de boca larga).

Para congelar

Tento usar frascos o mais direitos possíveis (sem “bordas”), para congelar. Para ser mais fácil retirar os alimentos, quando ainda não estão totalmente congelados. Tento lembrar me de descongelar com antecedência, mas, quando me esqueço, é mais fácil retirar a comida do interior destes frascos quando ainda não estão totalmente descongelados.

Se for congelar sopa ou refeições inteiras (tipo feijoada, por exemplo) opto por frascos grandes tipo os de café solúvel. Nesse tipo de frasco, já não é tão simples, retirar a comida quando ainda não está descongelada … Mas, até agora foram os mais jeitosos que arranjei ahah.

.

Por fim quero relembrar que estou só a partilhar a forma como RESULTA COMIGO, todos temos cozinhas e realidades diferentes. Por exemplo, tenho um congelador de gavetas espaçoso, quem tem menos espaço terá de descobrir o que resulta para si.

Escrevi este artigo para deixar todas as dicas que tenho num sitio. Porque, há uns dias, partilhei uma dica sobre as tampas e fiquei surpreendida. Várias pessoas me enviaram mensagem a agradecer. A verdade é que, neste momento, é algo em que nem penso. Mas, como recordei no inicio do texto, também tive de aprender.

Espero que te tenha ajudado. Se tiveres mais dicas ou quiseres partilhar a tua experiência, conta nos comentários. Assim, podemos todos aprender mais :).

Se quiseres mais dicas sobre alimentação com menos impacto, passa aqui, na secção do blog dedicada a esse tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *