Alimentação e receitas,  Casa e limpezas

Café sem desperdício: alternativas e dicas

Café sem desperdicio  cafeteira italiana
cafeteira italiana

Existem, uns quantos temas, que já mudei, há tanto tempo, que me esqueço de abordar, aqui no blog. Beber café sem desperdício, é um deles. Enquanto pesquisava sobre usos para as borras de café, lembrei-me que nunca tinha falado de café, por aqui. Este tema é um assunto, em que já nem penso, mas também foi algo que tive de mudar/aprender (no meu caso, mais ou menos, já explico).

Neste artigo vou fazer um apanhado de várias questões, relacionadas com o café: beber café sem descartáveis, destinos para sobras de café já feito e ideias para utilizar borras de café.

Café vs sustentabilidade

Para começar o café tem uma característica que é quase sempre insustentável: é muito consumido, em muitos sítios. Não conheço nenhum alimento que consiga manter uma produção ética e sustentável quando é muito consumido mundialmente (relembremos os casos “recentes” como o abacate ou o caju, etc.).

O café é plantado no hemisfério sul e amplamente consumido no hemisfério norte. Isto por si só faz dele um produto pouco sustentável para consumo diário. Tirando essa questão obvia, os problemas tem, essencialmente, a ver com a falta de condições (e preços) dos trabalhadores e com as formas de cultivo.

Deixo dois videos para introduzir o tema. Também estou a aprender e mais tarde irei publicar outro artigo sobre este tema (e certificações fair trade, etc)

Videos (youtube): The true cost of coffee e The perfect coffee Fair trade and sustainability

Café sem desperdício: evitar descartáveis

Tipos de máquina:

Atualmente, as máquinas de café de capsulas são muito populares. No entanto, para além do próprio impacto do café, este sistema tem um elevado impacto devido à capsula descartável de alumínio. Aconselho-te a ler este artigo no blog da mind the trash, sobre esse assunto.

Tenho a sorte de nunca ter apreciado de café tirado em máquina de cápsulas, por isso, nunca tive uma. Em caso dos meus pais, também nunca tive máquina. Para além da minha família ter tido comercio com café muitos anos, todos gostamos de ir beber café à rua. Então quando vim viver com o panda, acabámos por ter apenas cafeteira italiana.

Alternativas sem desperdício (ou com pouco lol):
  • Cafeteira italiana (é a que uso)
  • Cafeteira francesa
  • Máquina de café de manipulo
  • Café filtrado (com máquina e/ou filtro reutilizável, idealmente)
  • Capsulas reutilizáveis ou compostáveis (para quem tem acesso a compostagem)

Comprar café a granel

O café é uma das coisas mais fáceis de comprar a granel, em vários locais. No entanto, sei que não é assim em todo o lado. Por exemplo, onde eu vivo, não conheço nenhum sitio que venda a granel. Por isso, pensando em todos, seguem as opções que conheço com menor impacto (ao nível da embalagem):

  • comprar a granel: em casas de café (muito frequente no comercio local/tradicional das baixas das cidades), em lojas a granel, em cafés (perguntar se é possível que vos vendam café moído ou em grão conforme preferirem).
  • comprar embalagens grandes: neste caso, é possível que tenham de moer em casa.
  • comprar em fim de validade, em sites como a goodafter ou em zonas “em fim de validade” dos estabelecimentos.

Café fora de casa: como evitar descartáveis

É, cada vez mais frequente (infelizmente) irmos a um café e nos servirem, o café, em copos descartáveis, com colheres descartáveis. Quando consigo prever que isso vai acontecer, levo a minha própria chávena/frasco e peço que me sirvam nela (não bebo com açúcar, se bebesse levaria também colher). Se for uma situação inesperada, pergunto se não têm chávena ou qualquer recipiente de vidro (copos de shot, por exemplo ) onde me possam servir (na maioria dos locais, há soluções, se pedirmos).

Como referi, anteriormente, não bebo café com açúcar. Mas, os meus pais bebem e costumam andar com um fraquinho de especiarias reutilizado com açúcar, para evitar os pacotes individuais. Também costumam ter uma pequena colher, mas geralmente os locais que servem colher descartáveis têm colheres “de verdade” para os galões que podes pedir.

Quanto à moda das cápsulas descartáveis nos estabelecimentos, não tenho nenhuma dica. O que faço é simplesmente não beber nesses locais, em que o café é de cápsulas. É uma opção pessoal, não acho que beber café de cápsulas, excepcionalmente, seja algo dramático. Eu é que sou assim, obcecada lolol.

Café sem desperdício: o que sobra

O que fazer com sobras de café?

Agora que (quase) todos estamos mais por casa, também andamos a beber café em casa. Por isso, às vezes sobra café. Ou porque se bebeu a mais, ou porque ficou esquecido e gostamos de beber quente acabado de fazer (eu bebo de qualquer maneira, mas sei que nem todos somos iguais). O que fazer com o café que sobra?

  • bebidas com café – meia de leite, frapuccino, etc
  • Utilizar em papas (com aveia fica óptimo!)
  • Bolos (tipo bolo de bolacha/moka ou acrescentar a massa) e/ou bolachas
  • Molho de café
  • Congelar para usar mais tarde (ideia: congelar em cubos para acrescentar ao leite)

O que fazer com a borra de café?

Para além do lixo relacionados com as cápsulas e descartáveis, as próprias borras de café também geram uma quantidade enorme de lixo. Pensa na qualidade de pessoas que bebe café, diariamente.

Existem algumas formas de a reutilizar, antes de descartar. Idealmente, deves tentar compostar no final.

  • Consumir: em papas, bolos, bolachas, panquecas. Podes secá-las (aproveitando o calor residual quando fazer algo no forno) para ir usando. Atenção: consumir com moderação. Na pesquisa que fiz, não consegui encontrar uma fonte fidedigna que apontasse qual a quantidade que devemos ingerir.
  • Como neutralizado de odores: no frigorifico ou outras zonas que criem odores desagradáveis. Aprendi esta dica, no instagram, com a Rita , autora do blog plant a choice e é uma óptima forma de reaproveitar borra de café e evitar comprar outros produtos para este efeito. Também funciona para tirar cheiros de recipientes, etc.
  • Em cosmética natural: para fazer os famosos esfoliantes e/ou para acrescentar a sabonetes.
  • Para tingir tecidos ou até outros objetos/pintar.
  • Em limpezas: como “abrasivo”.
  • Nas plantas: como fertilizante e/ou inseticida, existem várias receitas na internet.

Depois desta partilha sobre formas de beber café sem desperdício e dicas para aproveitar “tudo”. Fiquei mesmo com vontade de aprofundar esta questão da sustentabilidade do café (como referi no inicio). É engraçado como alguns hábitos culturais estão tão enraizados que demoramos a questionamos-los (ou nem questionamos)…

Por fim, quero relembrar algo que nada tem a ver com este tema ahah. A newsletter do próximo mês sai para a semana, quem ainda não está inscrito pode fazê-lo aqui (ou na lateral do blog). Irei anunciar a data de lançamento do ebook, sobre roupa em segunda mão, primeiro por lá! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *