roteiro autocaravana sul de espanha MARO
Viagens

Roteiro de Autocaravana pelo Sul de Espanha

Olá, Malta! Estamos quase a completar 2 meses de viagem e 1 mês a viajar por Espanha. Neste artigo, vou contar-vos um pouco do nosso roteiro de autocaravana pelo sul de Espanha. Como já referi no artigo do primeiro mês, sobre esta viagem de van, não é propriamente um típico roteiro, mas sim o relato dos sítios onde vamos ficando, algumas dicas e histórias engraçadas. Escolhi este titulo porque achei mais prático para encontrares o artigo.

Entrar no sul de Espanha

As fronteiras abriram no início de Maio, mas como estávamos a curtir o bom tempo do Algarve, só viemos para Espanha dia 9. Passámos o último fim-de-semana, em Portugal, na ASA da Manta Rota. Estava bom tempo, a ASA (que não conhecia) é bem agradável e apesar de não ser a minha zona preferida do Algarve para fazer praia, soube bem ter a autocaravana estacionada a 2 min, a pé, da água. Nesse fim-de-semana, o nosso frigorifico avariou pela 1ª vez (já vais perceber porque digo primeira vez, mais à frente) e também quisemos um ou dois dias em Portugal a decidir como íamos resolver. O panda conseguiu arranjar-lo e ficámos tranquilos.

No Domingo, dia 9, acordámos com imensa chuva (depois de um sábado cheio de calor e mergulhos) e percebemos que estava na altura de seguir outros rumos.

Estávamos com algum receio de passar a fronteira, pois não sabíamos bem como ía ser. Não encontrávamos nenhumas informações, se era preciso fazer teste ao covid ou como estava a processar-se a passagem. Mas, como dizem por aqui, no passa nada. lol. A passagem foi super tranquila e não estava ninguém a mandar parar na fronteira.

Roteiro de autocaravana pelo sul de Espanha

Sevilha

Entrámos meio sem destino, mas como não estava muito calor, decidimos passar por Sevilha. Já tinha visto algumas fotos e pareceu-me uma cidade gira para visitar-mos. Estava certa. Sem saber, estacionamos perto de um dos sítios mais bonitos da cidade, a Praça de Espanha. Que jardim lindo! Fiquei encantada.

Como já chegámos tarde e estávamos cansados, foi o único sitio que visitámos, no primeiro dia. No dia seguinte demos um grande passeio pela cidade, fomos visitar uma loja em segunda mão (sou mesmo croma não é? lol) que achei muito fixe e buscar um togoodtogo fantástico (o melhor que já recebi lol) a outra ponta da cidade. Passear por Sevilha é delicioso. Como o nosso budget não permite grandes gastos em visitas a atrações, acabamos por usufruir muito dos passeios pelos sítios o que, pelo menos a mim, ainda me dá mais prazer.

Roteiro de autocaravana pelo sul de Espanha

Cadiz

Saímos de Sevilha, mais uma vez, sem um roteiro definido (é o nosso dia a dia wild lol).

Embora não conheça a zona de costa junto à fronteira com Portugal, pelo que pesquisei, não é bem o meu estilo de paisagem preferido. Por isso, fomos seguindo em direcção a Cadiz, para começar a viajar junto à Costa. Achávamos que Cadiz era uma vilazinha, mas é uma zona bem mais urbana do que estávamos a imaginar. Passámos pela cidade e acabámos por ficar a dormir numa praia, mesmo à saída. A praia parecia bastante boa. Mas, no dia seguinte, ainda estava frescote e a zona é muito ventosa, seguimos viagem.

Durante estes dias em Espanha, o frigorifico começou a querer avariar, novamente. O que nos levou ao seguinte destino, para tentar consertá-lo.

Conil de la Frontera

Entre Cadiz e Conil ficámos numa ASA (paga) para autocaravanas. Passámos um dia ótimo sem fazer nada lol. Conhecemos um casal alemão que estava a viajar para Portugal e foi bom conviver um pouco com outras pessoas, visto que estamos 24/7 só os dois.

O fim do frigorífico

Na ASA o frigo funcionou bem (ligado à eletricidade) mas assim que saímos nunca mais ligou a gás (se não fazes ideia do que falo, vê o aparte seguinte para leigos em autocaravanas).

O frigorifico da autocaravana funciona de 3 formas: a eletricidade (quando está ligado à ficha, como em casa), a 12v (quando a autocaravana está em andamento) e a gás (quando a autocaravana está parada sem acesso à rede elétrica - o mais importante! ). 

Seguimos para Conil, pois vimos que existia uma empresa de reparação de autocaravanas com boas opiniões no google e, inocentemente, achámos que iam ter vaga para nós, nos dias seguintes. LOL. Somos cá uns chonés. Os Espanhóis também têm uma celebre frase para dizer “não vai dar” quando tentas marcar algo. Em portugal, seria “vou-te ser sincero _ seguindo-se alguma explicação como: estou cheio de trabalho, este mês é impossível, etc”. Aqui, usam o “Lo sinto pero…”. Só tinham “na melhor das hipóteses” e perguntando com jeitinho, vaga para dali a 2 semanas. Bem, tivemos que aceitar não é. Convenci-me que a vida ía seguir sem frigorifico, durante algum tempo. Mas, precavi-me logo: enviei emails para 3 reparadores oficiais, segundo o site da marca (um em Granada, outro em Marbella e outro em Malaga).

Em Conil andei feita detetive, a tentar encontrar uma fonte para encher os nossos recipientes de água e foi quando me deparei, pela primeira vez, com os avisos sobre a pandemia em fontes. Aparentemente, existem várias fontes fechadas por prevenção contra a Covid. Lá consegui encontrar uma que não tinha sido apanhada pelo vírus ahhahha. P.s- Estou a brincar com a situação, não tenho conhecimentos suficientes para saber se essa norma faz ou não sentido. Mas, realmente, em alguns momentos, quase me obrigou a comprar plástico com água lá dentro. lol.

Continuámos com tempo mediano. Calor, mas não o suficiente para grandes banhocas. Por isso, seguimos viagem.

Roteiro de autocaravana pelo sul de Espanha

Caños de meca e Barbate

Tinha marcado a zona do Parque natural de La Breña y Marismas del Barbate como sítio a visitar. No geral, os meus roteiros baseiam-se muito nisto: procurar no google parques naturais, cascatas, praias pouco urbanas. E, a partir daí, vamos vendo o que a estrada nos reserva.

Passámos por Caños de Meca, mas vimos muitas proibições de estacionamento para autocaravana, por isso optámos por seguir a estrada em direcção a Barbate. Como tínhamos visto na app Park4night alguns sítios onde ficar nessa zona, estávamos tranquilos.

trilho Barbate Caños
Trilho Barbate – Caños – chegada à Praia

Arranjámos lugar mesmo no parque onde se iniciava o trilho que queria fazer e ali ficámos, com mais umas vans, 2 noites. Fizemos o trilho entre Barbate (um pouco depois da marina) e Caños de Meca. Que vistas incríveis e praias boas! Fiz nudismo pela primeira vez (estamos, verdadeiramente, selvagens lol). Achei super libertador, apesar de um pouco constrangedor para a minha cabeça cheia de (pre)conceitos lol.

Quase não passeamos pela cidade de Barbate, porque apanhou o fim-de-semana e estavam muitas pessoas. Pareceu-me uma típica cidade turística quase dentro de água, mas posso estar enganada.

Facinas

Saindo do parque natural em Barbate, o próximo destino será o que? Mais um parque natural! O Parque natural del Estrecho, na zona de Tarifa.

Mas, como aqui no Sul de Espanha, está a ser tão desafiante encontrar áreas para despejos dos depósitos, como em Portugal, fizemos um desviozinho para ir até à ASA de Facinas (quem não sabe o que é uma ASA, explico aqui). Íamos só fazer despejos, mas acabámos por dormir por lá e dar um passeio pela aldeia. Muito gira. Fica numa pequena montanha e as casas são todas branquinhas.

Nessa ASA, conhecemos um alemão, com uma van brutal transformada por ele e pela namorada, que nos disse para passar na zona da praia de Bolonha. Ainda hoje estamos com pena de não ter ficado com o contato dele, para lhe agradecer a dica. E assim, introduzo o nosso destino seguinte.

Praia de Bolonha

Não sei como, enquanto pesquisava sobre o parque natural del entrecho, escapou-me esta praia! Felizmente, o destino (ou o rapaz alemão lol ) encarregou-se de corrigir esse lapso. Chegámos a um Sábado à tarde e, apesar de aparentemente ser proibido, vimos o estacionamento cheio de autocaravanas. Mesmo muitas. Acho que nem em Porto Covo, há 10 anos, paravam tantas lol. Ambiente muito fixe. Embora um bocado gente a mais, mas como toda a gente andava de máscara e com distanciamento (a praia é gigante) foi tranquilo.

Duna de Bolonha
Duna de Bolonha

No domingo, para me provar que a vida não ía ser a mesma sem frigorifico lol, esteve 32 graus e passámos mais tempo dentro de água do que fora. lol. Passámos uma bela noite de calor infernal, dentro da van, que mais parecia uma sauna. Mas, como era calor ou mosquitos, optamos por derreter. lol.

Segunda fizemos a caminhada até ao cimo da duna. Uma caminhada ligeiramente dolorosa com calor, mas, totalmente, recompensada pela vista da duna. Infelizmente, apercebi-me que o vento se encarrega de esconder muito lixo na areia. Como a duna muda todos os dias, acredito que os pedaços que consegui observar devem ser só a ponta do icebergue.

Tarifa

Depois de Bolonha, fomos diretos para Tarifa porque o panda tinha visto num blogue que a praia era boa para surfar. LOL. Era tão boa como a Manta Rota, para estarem a ver a qualidade lol. Provavelmente, deve haver alguma altura que faz ondas. Mas, definitivamente, não é em Maio. lol.

No entanto, foi um ótimo fail, pois fez com que visitássemos o centro de Tarifa. Provavelmente, se não fosse a busca pela onda surfável, não teríamos passado lá. Vale MUITO a pena visitar.

Tarif
Rua no centro de Tarifa

Os pátios interiores e arquitetura deixaram-me apaixonada.

Marbella

Quando enviei aqueles emails na busca por alguém que reparasse o nosso frigorifico, recebi logo resposta do senhor de Marbella (até achei bom de mais para ser verdade lol). Na verdade, até hoje foi o único que respondeu. Mas, ainda bem, fomos muito bem atendidos por um senhor já nos seus 70’s e o seu filho, que nos reparou o frigorifico e foi muito amável. Isto tudo, para vos dizer o único motivo que nos levou a Marbella. lol.

Marbella deve ser giro para ir com amigos para os copos. Visto que não estamos nesse mood, seguimos a nossa viagem.

Roteiro de autocaravana pelo sul de Espanha

Barranco Blanco

Fomos até Coín (zona mais interior) para mudar o óleo da van (e essas coisas que os carros que andam precisam lol) a uma oficina que nos recomendaram e, ao pesquisar atrações, nas redondezas, descobrimos as cascatas do Barranco Blanco.

Cascata do Barranco Blanco

Apesar de parte delas estarem quase sem água, ainda deu para uns mergulhos logo na primeira cascata. O sitio merece uma visita, mas, de preferencia, num ano que tenha chovido mais.

Roteiro de autocaravana pelo sul de Espanha – o sítio que mais gostámos

Nerja e Maro

Tinham-me sugerido ir à zona de Nerja e também tinha visto fotos da Cascata de Maro, por isso era um dos pontos no nosso pseudo roteiro. Ainda por cima, há um parque natural na zona, tínhamos que ir lol. Apesar disso, não estava com expectativas muito elevadas. Mas devia. Porque foi o sítio que mais gostei até agora.

Passeio de caiaque para ver a cascata de Maro
Passeio de caiaque para ver a cascata de Maro

A ida à cascata de Nerja (uma cascata que cai no mar) e o snorkeling no parque natural repleto de peixinhos e vida aquática, foi sem dúvida uma experiência inesquecível.

Praia perto de Maro
Praia ao lado do sitio onde dormimos

Ficámos por lá uma semana. Conhecemos outros viajantes. Tivemos um dia caricato no mecânico (surpresas de viajar com uma casa com 30 anos) e ainda visitámos (e almoçámos) numa espécie de cooperativa de produtores bio. Não visitámos o centro de Nerja, mas tenho a certeza que também vale a pena. Só não o fizemos porque os mergulhos no parque natural estavam sempre a chamar por nós .lol.

Primeiro mês a viajar de autocaravana pelo sul de Espanha

O nosso roteiro pelo sul de Espanha ainda vai a meio (achamos nós, pelo menos lol). Neste momento, estamos perto de Almeria, à espera que amanhã faça sol para começarmos a explorar o parque natural do Cabo de Gata. Pelo que me têm dito, acho que vamos adorar! Mas não quero criar muitas expectativas para não estragar a experiência lol.

Sei que este artigo ficou longo, mas não dava para ser de outra maneira. lol. Sempre podes ler às prestações. ahah. Espero que tenha conseguido transportar-te para a nossa viagem. Se tiveres alguma dúvida ou precisares de alguma dica, envia-me um mail ou mensagem para o instagram .

Roteiro de autocaravana pelo sul de Espanha

Informações úteis

  • Para encontrar sítios para dormir, temos usado a app park4night e ficado quase sempre fora de parques para autocaravanas.
  • Estamos a viajar em época baixa, em época alta talvez não seja tão fácil encontrar locais. Em alguns sítios onde ficámos (por exemplo, em Maro) disseram-nos que não costuma haver problema em época baixa, mas em Julho e Agosto é mais complicado.
  • Alguns sítios na Andaluzia com wifi grátis da iniciativa wifi4eu (não usámos): Roquetas del mar, Almuñecar, La Herradura.