Viagens

Viajar de autocaravana pelo sul de Espanha – o 2º Mês

Olá! Neste artigo, vou contar-te como foi o nosso segundo mês, a viajar de autocaravana pelo Sul de Espanha. O mês de Maio foi muito fixe, com muitas descobertas, mas o último mês (Junho) conseguiu superar as nossas expectativas. Estou muito grata por esta viagem. Mesmo com alguns contratempos, foi das melhores decisões da minha vida!

Viajar de autocaravana pelo Sul de Espanha

A chegada a Almeria

Saímos de Nerja (podes ver aqui, o relato do mês de Maio) com o objetivo de chegar a Cabo de Gata. Pelo caminho não havia nada que tivéssemos especial interesse em ver, então parámos perto de Almeria (na zona de Costa Cabana) para dormir, passar o corpo por água nos duches de praia (que foi fail, pois a água estava desligada) e seguir viagem. No trajeto entre Nerja e Almeria, passámos pela zona de estufas, conhecida por “mar de plástico” e foi mesmo marcante. É uma área de estufas surreal, um cenário mesmo apocalíptico.

Noutra altura, certamente, irei escrever algo mais aprofundado sobre isso, mas de momento não consigo ler o suficiente para refletir sobre o assunto. Pelo pouco de li, a zona para além de ser um dos grandes produtores de microplástico do mar Mediterrâneo. Também tem sido associada a várias violações de direitos humanos (trabalho escravo, trafico de pessoas, etc). Quando regressar a casa, irei ler mais e partilhar por aqui.

Viajar de autocaravana pelo Sul de Espanha

Cabo de gata

E, finalmente, chegámos a um dos destinos mais esperados da viagem: Cabo de Gata. As expectativas eram altas, por isso achávamos que não íamos ficar surpreendidos. Mas, mais uma vez, lol, estávamos enganados.

Nos primeiros dois dias, ficámos na zona mais perto do deserto de Almeria. Como precisava de escrever o artigo do mês passado, optámos por estar 2 dias num parque de autocaravanas. Daí, seguimos para a zona de praia.

Como na zona costeira não há muitas mercearias, passámos, antes, em Campo Hermoso, para nos abastecermos de comida. Pois, uma espanhola que tínhamos conhecido, na Praia de Bolonia, indicou-nos um armazém de “fruta feia”.

autocaravana pelo sul de espanha - snorkeling Cabo de Gata
Águas em Cabo de Gata ideias para fazer snorkeling

Praia del plomo

Começámos pela Praia del Plomo, que é (quase) numa das pontas do parque natural de Cabo de Gata. Fomos meio que a medo porque a estrada, até lá, é de terra batida (7 km). Apesar disso, é uma estrada ok. Já fizemos estradas alcatroadas BEM piores. A Praia del Plomo fica (+/-) entre a Cala Enmedio e a Cala de San Pedro (ambas sem acesso de carro). Por isso, é um bom sitio para ficar estacionado e explorar as redondezas.

Quando chegámos, o dia estava meio farrusco e o mar bravo (algo raro, pelo que nos disseram). Mas, nos dias seguintes, tomamos umas belas banhocas na praia logo pela manhã. Ficámos por lá 5 dias e foram 5 dias fantásticos! P.S- Há mesmo muito pouca rede, dá para fazer chamadas e, em alguns sítios, apanhar 3g (rede vodafone e movistar).

Cala Enmedio

Fomos à Cala Enmedio por um pequeno trilho (15/20 min) que há no estacionamento da Cala Del Plomo. A praia é fixe, mas o que queríamos mesmo ver era a poça (de onde vimos videos de malta a saltar, no instagram) que há no lado direito. Foi fail. Pois, o mar tem de estar mesmo calmo para se ver o fundo. Por isso, acabámos por ficar pouco tempo na praia.

Cala de San Pedro

 cala de san pedro
Chegada à Cala de San Pedro

A Cala de San Pedro é, talvez, o sitio mais diferente que visitámos até agora. Nessa praia, vive uma comunidade hippie, há muitos anos. Quando estamos lá, parece que estamos num filme! Foi uma experiência mesmo fixe!

Só há duas formas de chegar a esta praia: de barco (a partir de Las Negras) ou a pé (a partir de Las Negras ou a partir da Praia del Plomo). Fizemos o trilho a partir da Praia del Plomo. Pela distância a que San Pedro ficava, no mapa, achámos que ía ser mais um trilhozinho de 20 min. LOL. 1h30 ao sol, cheia de subidas e descidas. Mas valeu a pena! Claro que, se tivéssemos ido mentalizados para um trilho daqueles tinha sido diferente, daí estar a avisar possíveis interessados lol. Leva comida, protetor, roupa para te cobrires do sol e faz o trajeto nas horas de menos calor. Não sejas Gilipollas (como dizem os nossos amigos espanhóis) como eu e o panda lol. Na praia há uma fonte de água potável onde podes reabastecer a tua garrafa reutilizável.

O caminho até San Jose

Depois de 5 belos dias em el Plomo, fomos até à Praia dos Muertos (que é linda!) , mas optamos por seguir viagem até à outra parte do Cabo de Gata. Como queríamos ver a Praia de Monsul e sabíamos que, quanto mais próximo da temporada alta, mais difícil seria o acesso a autocaravanas, começámos a encaminhar-nos para lá.

Passámos por Las Negras, La Isleta del Moro e passámos um dia na Praia Los Escullos e na sua vizinha Cala del Embarcadero (brutal para fazer snorkeling).

Mas, quando chegámos a San José (o início da estrada para a Praia de Monsul) vimos que foi em vão lol. O acesso já estava cortado a veículos com mais de 2,2m e não conseguimos passar (podíamos ter ido de autocarro, mas não nos apeteceu).

Seguimos para La Fabriquilla, a zona mais próxima de Almeria do Cabo de Gata.

La Fabriquilla e Farol do Cabo de Gata

Cala ao lado do Farol
Cala ao lado do Farol de Cabo de Gata

Achávamos que, o parque natural de cabo de gata, já nos tinha dado tantas surpresas que não podiam vir mais. Mais uma vez, subestimamos este paraíso.

A zona de La fabriquilla é interessante, mas nada de especial, comparando com a zona do Farol. Tem a vantagem de se poder pernoitar sem problemas (à frente da praia). Ficámos lá a dormir e durante dia fomos explorar a zona do Farol. Incrível!!!!! Vimos imensos peixes, nadamos muito e transportamos muitas moscas na van (é o reino das moscas lol). Mas a sério, que sitio tão fixe!!!

Viajar de autocaravana pelo Sul de Espanha

Deserto de Almería

A muito custo, lá nos despedimos de Cabo de Gata e fomos até ao Deserto de Almeria, pois o panda queria conhecer um parque de autocaravanas naquela zona. O parque era muito agradável e deu para descansar um pouco, depois de tantos dias sempre em caminhadas e snorkeling (que vida cansativa não é? lol).

Não fizemos grandes visitas nesta zona, porque já devem ter percebido que sou obcecada por água e, a não ser que fosse obrigada, jamais ía visitar estúdios de filmes de cowboys (é a maior atração da zona) com mais de 30º graus, em vez de ir para poças, praias, cascatas ou algo com água lol . Fica para uma visita no inverno lol.

aldeia ecológica
Eco-Aldeia Molinos del rio Agua

Quando saímos do parque, seguimos o conselho dado pela senhora (muito querida) que lá trabalhava e fomos até à Lagoa azul. Quando vimos na net, parecia uma poça fixe e curiosa, já que tudo era tão seco à volta. Mas, quando chegámos, encontrámos uma aldeia ecológica muito bonita, com um trilho incrível pelo vale. A lagoa era, realmente surpreendente, mas não a achei muito tentadora para banhocas. Na aldeia, tivemos oportunidade de comprar sabonete artesanal a uma pessoa que lá vivia (mesmo a calhar, porque as nossas reservas estão no fim).

Viajar de autocaravana pelo Sul de Espanha

Parque Natural Calblanque e Cabo de Palo

 sul de espanha - Cala del Barco
Cala del Barco

Em Cabo de Gata, um dos amigos espanhóis que fizemos, aconselhou-nos a zona de Calblanque. Como somos bueee respeitadores dos conselhos dos locais (não desiludem!), foi para lá que fomos, de seguida.

Pelo caminho, passámos um dia em Cartagena, para o panda ver o jogo da seleção e eu dei um passeio pela cidade. Não tenho grandes recomendações, pois estivemos só de passagem.

Depois, passámos 2 dias isolados, numa praia sem rede, sozinhos durante a noite e com pouca gente durante o dia. Belo sitio. Bastante inesperado, pois fica depois de uma mega urbanização de golf (tens de passar dentro dela, para chegar à praia).

Em seguida, fomos até à zona da Praia de Calblanque mesmo, mas estava um vento insuportável, então ficámos pouco tempo. Apanhámos uma boa dose de plástico da área (paus de cotonetes, principalmente) e continuámos até Cabo Palo.

Cabo Palo fica ao lado de uma zona cheia de prédios (muito feiazita, para os meus parâmetros lol) que se chama La Manga, mas é um sitio muito fixe. Aliás, pela quantidade de peixes nem parece que está ao lado daquela zona. Ficámos aí dois dias, fizemos bons amigos e continuamos viagem para uma zona mais interior (dica deles).

Cascatas e poças

A primeira visita fora da costa foi à Poça Caputa, uma poça bastante grande e azul (não se vê o fundo, infelizmente lol). O acesso é tranquilo, tem de se andar um bocadinho mas nada de mais. Tem algumas pessoas.

Salto del Ursero
Salto del Ursero

Depois, fomos até ao Salto Del Ulsero. Que lindoooooo! Nas fotos parecia fixe, mas ao vivo é mesmooooooooo fixe. Muito bonito mesmo.

autocaravana pelo sul de espanha -Rio Bolbaite
Rio Bolbaite

Seguimos rumo a Bolbaite que tem uma piscina natural brutal. Adorei mesmo! Dá para saltar (vários níveis, para iniciantes, como eu, e para mais afoitos também lol). Vê-se o fundo. O acesso é muito fácil! Quase só coisas boas. A parte menos boa é que, a partir do fim de junho, se paga. Mas, vale a pena!

El Salto de Chella
El Salto de Chella

Visitámos o salto de Chella (terra ao lado de Bolbaite), também muito lindo! Com acesso mais desafiante (por estar mal marcado), mas nada como uma pequena aventura para animar o dia ahah.

Nessa zona, ainda fomos fazer o trilho em Navarrés (giro, mas para fazer sem calor, não dá para banhos). E, a Los charcos de Quesa também giro, mas (para mim) nada que se compare ao Rio Bolbaite. Bem, não realidade, não é justo fazer comparações, são sítios diferentes.

Estávamo-nos a preparar para descer o Rio Fraile, em Bicorp, quando um quisto do Panda começou a ameaçar sair. Por isso, tivemos de abandonar missão e ir ao hospital (está tudo ok). Mas, se estiveres pela zona, pelo que nos disseram e pelo que pesquisei na net, vale muito a pena ir!!!!

Viajar de autocaravana pelo Sul de Espanha – Os próximos planos

E, assim, terminou o nosso mês a viajar de autocaravana pelo Sul de Espanha. Apesar deste final menos fixe, foi um mês incrível!

Agora estamos numa zona costeira de Valência que não é nada de especial, mas, estamos instalados num parque, mesmo ao lado do centro de saúde (onde o panda tem de ir mudar o penso). Durante os próximos dias vamos estar calminhos, pois as circunstâncias assim o exigem lol. Mas, se a recuperação correr bem, daqui a, mais tardar, 2 semanas, estamos de volta ao ativo!

O próximo destino, em princípio, será Cadaqués (quase na fronteira com França). E, aí, encerramos a Costa Mediterrânea Espanhola e seguimos para a Costa Atlântica, com passagem pelos Pireneos!

Espero que estejas a gostar de acompanhar a nossa viagem! Se quiseres ver mais fotos e outro tipo de conteúdo, podes passar pelo meu instagram onde vou partilhando várias coisas (não diariamente, mas com frequência).

Viajar de autocaravana pelo Sul de Espanha

Informações úteis

Cabo de Gata e arredores

  • Pernoitar: é proibido pernoitar no parque natural fora dos locais autorizados (parques de campismo/autocaravanas), por isso aconselho que vejas os últimos comentários sobre os sítios, no park4night, para perceberes se a policia tem multado. Nós dormimos, sem problemas, nestes locais: Playa del Plomo, Isleta del Moro (à entrada, do lado esquerdo), Playa Los Escullos, La Fabriquilla.
  • Parque de Autocaravanas onde ficámos os primeiros dias (longe das praias): Camperpark Olivares. Parque de autocaravanas que ficámos no deserto: Little Texas (atenção, não há água potável). Adorámos ambos.
  • Armazém com fruta e legumes “feios”, em Campo Hermoso: Frutas Misosra (atrás do supermercado DIA)

Parque natural Calblanque

  • Pernoitar: tal como em Cabo de Gata, é proibido pernoitar no parque natural, por isso, o recado é o mesmo ahah. Dormimos na Cala del Barco. Em Cabo de Palo – Estacionamento ao pé do Farol.

Bolbaite e arredores

  • Pernoita: Chella, ao pé do parque infantil perto da cascata (tem água potável e casa de banho, sem chuveiro); Bolbaite – Estacionamento, na parte de cima da piscina natural (há poucos lugares e são pequenos); Playamonte – camping Ceja Del Rio (grátis, com balneários e grelhadores, sem área de despejos e água potável); Bicorp – Parque de autocaravanas, é agradável e custa 5€, mas os balneários estão fechados, não tínhamos ido se soubéssemos, se fores informa-te antes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *